areata

É afecção frequente acometendo aproximadamente 2% da população, caracterizada por áreas de alopecia localizada ou generalizada, por vezes com severo impacto psicossocial. A perda de cabelos ou pêlos ocorre em áreas caracteristicamente redondas ou ovais, donde a denominação, sem sinais inflamatórios ou de atrofia da pele. Ocorre quase sempre no couro cabeludo ou barba. Afeta ambos os sexos, ainda que haja referências como mais frequente no sexo masculino. É encontrada em qualquer idade, com pico de incidência entre os 15 e 29 anos.

A etiologia é desconhecida; fatores emocionais podem atuar como agentes desencadeantes ou agravantes, o que também pode ser observado após traumas físicos, particularmente encefálicos; fatores genéticos e imunológicos têm sido implicados.

O inicio é brusco, com perda de cabelos em áreas circulares ou ovais, única ou múltipla, sem qualquer outra alteração. A placa da pelada é lisa e brilhante. Na borda, podem ser retirados pêlos que são afilados e descorados para o lado da raiz, que apresenta dilatação; são os cabelos peládicos em porto de exclamação; a placa cresce em tamanho, atingindo dimensões variadas.

A prognose é, em regra, favorável; após 2-6 meses pode haver reponta; os cabelos são, no início, de cor branca, adquirindo posteriormente a cor normal; a prognose é menos favorável; quando há ocorrências repetidas, comprometimento de áreas como, barba, sobrancelhas e cílios, e quando surge antes da puberdade.

Pode haver comprometimento de todo o couro cabeludo (alopecia total) ou de todos os cabelos e pêlos (alopecia universal).

A evolução da alopecia areata relaciona-se com a forma clinica; as formas localizadas, em geral, regridem espontaneamente, enquanto que as formas extensas são extremamente resistentes e de prognose grave, apresentando grande impacto psicossocial.

A alopecia areata não tem repercussões sistêmicas, mas tem tendência a recorrências; não existem, até o momento recursos para impedir as recorrências. Quadros localizados, acometendo menos de 40% do couro cabeludo tendem a ser autolimitados; repilação espontânea tende a ocorrer em até um 1 ano; as opções terapêuticas são inúmeras e variam de acordo com a extensão do quadro.