unhas

Além da função estética, as unhas servem para a proteção dos dedos, auxiliam na sensibilidade tátil e na manipulação fina. Ao contrário dos cabelos, as unhas crescem continuamente, aproximadamente 1cm por mês. Elas crescem mais rápido em pessoas jovens e do sexo masculino. A unha da mão cresce mais rápido que a do pé e seu crescimento é acelerado no calor.

É comum no consultório dermatológico a queixa de “descamação e enfraquecimento das unhas”. Elas estão sujeitas a agressões constantes por produtos químicos, água e pequenos traumas que facilitam esse resultado.

As doenças infecciosas mais comuns que acometem as unhas são as micoses, causadas por fungos ou leveduras. As onicomicoses, como são chamadas, podem provocar espessamento e coloração amarelo-acastanhada, muitas vezes descolando o leito ungueal. Para o tratamento das onicomicoses, levamos em consideração o grau de alteração, a idade, doenças concomitantes e medicações em uso. Podem ser usado esmalte e/ou medicação antifúngica via oral por períodos prolongados.

DICAS:

  • Manter as unhas sempre limpas, bem cortadas e, de preferência, com o formato adequado;
  • Evitar retirar excessos de cutícula;
  • Evitar usar objetos pontiagudos na manicure;
  • No trabalho doméstico, o uso de luvas evita agressões desnecessárias; usar luvas para manipular produtos químicos;
  • Usar cremes hidratantes nas mãos, unhas e cutículas todos os dias;
  • Preferir removedores oleosos de esmaltes;
  • Manter mãos e pés sempre bem secos;
  • Ter instrumental próprio para a manicure;
  • Percebendo alterações nas unhas, procurar profissional capacitado para esclarecer o problema.