pano

Também vulgarmente conhecida como “micose de praia ou pano branco”, a pitiríase versicolor é uma micose, mas, ao contrário do que se pensa, não é adquirida na praia ou piscina.

O fungo causador da doença habita a pele de todas as pessoas e, em algumas delas, é capaz de se desenvolver, causando a doença. As áreas de peles mais oleosas, como a face e a parte superior do tronco são as mais freqüentemente atingidas.

Quando uma pessoa com a micose se expõe ao sol, a pele contaminada não se bronzeia. A doença então aparece na forma de manchas claras, pois a pele ao redor fica bronzeada, e a pessoa acha que adiquiriu a doença na praia ou piscina. Entretanto o sol apenas mostrou aonde estava a micose. Em alguns casos, as manchas podem ser castanhas ou avermelhadas. As lesões são recobertas por fina descamação.

A pitiríase versicolor é uma micose que responde bem ao tratamento, que pode ser feito com medicamentos por via oral ou local, dependendo do grau de acometimento da pele. Entretanto, devido a doença ser causada por um fungo que habita normalmente a pele, há possibilidade da micose voltar a aparecer, mesmo após um tratamento bem sucedido.